Pesquisar neste blogue

domingo, 27 de setembro de 2015

Sul





Gosto da ideia do Sul como imagem de marca.
Mesmo que esteja de frente para Oeste e que as gaivotas não sejam aves migratórias (tanto quanto sei)
Mesmo que o nevoeiro não me permita vislumbrar o horizonte, e que os equívocos da imagem e das suas mensagens tendam a destruir o imaginário do Sul.
Fica gravado no vidro a ambição da viagem.
Gosto da ideia de que sou um ser do Sul.
Agrada-me que me tomem por uma identidade de fronteira.
Uma imagem feliz