Pesquisar neste blogue

domingo, 22 de maio de 2016

Sounds of LXsbon

Hoje a calçada estava repleta de sons descomprometidos, os melhores bolos de chocolate do mundo e de artefactos inovadores.
Start-Up engines
Exposições de arte urbana, predadores desenhados e atores com vontade própria.
Os ruídos do cimo da ponte, as colunas que espalhavam música instrumental e gente sofisticada que convivia com a calçada irregular.
Podia ser Berlim (as louras vestidas de preto, de forma cuidada e esbeltas sandálias, sentavam-se entre o lancil do passeio e a banca dos amuletos de metal)
Ou Londres ( as paredes de tijolo vermelho rodeiam as mesas de scones e cerveja a copo)
Ou Amesterdão (as bicicletas de cestinho preto atravessam os canais e contornam os túneis sem receios nem preconceitos) 
Mas um vento quente subia a rua, vindo do grande mar que se chama Tejo, contornando o veleiro sem velas içadas que descansava em Alcântara.
São, sem dúvida, sons de LXsboa!

Adão & Adão

Marciano trepador

Capuchinho urbano

Voices

Shadows at the door

Messages through the bottle


Stairs to start-ups and photo exibitions

Vanity Fair

Wake up window 

Human trees