Pesquisar neste blogue

domingo, 6 de março de 2016

Time Out



Gosto quando ela me provoca...


...me deixa sinais nos locais mais improváveis...


... como que desafiasse...


...a revelar histórias que não era suposto contar...


...mas que afinal conta ...


... (afinal vai) desafiando o medo...


... apelando à criatividade...


... e ao senso incomum...


...revelando uma luz para além da escuridão...


...ou uma outra forma de a descobrir.


Gosto dos teus sinais e das histórias que me vais revelando na dança das sete colinas.


Gosto de ti, quando me provocas, Lisboa!