Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Qual a utilidade de um Parque de Escritórios ao Domingo?






A utilidade é um conceito central da teoria económica e, segundo esta, a principal motivação da nossa atuação como agentes racionais.
Consumimos os bens que nos proporcionam maior utilidade e, em momentos difíceis, esperamos que os recursos sejam todos eles reconvertíveis, portanto úteis todos os dias.
Imaginei, naquele Domingo de manhã, que talvez os belos jardins estivessem cheios de festas de crianças e o parque de escritórios transformado em parque temático.
Mas até o McDonalds estava fechado, vazio e sem utilidade.
Um Zombie Corporativo em repouso absoluto.
Visitar um centro de escritórios ao Domingo revela-se contudo um quase atentado à segurança nacional.
Não há pessoas, só camaras, seguranças e sei lá mais o quê
“Você está a ser filmado! Os proprietários podem não gostar…Ui, a fotografar escadas de incêndio de um edifício (igual a outros cinquenta) que alberga dezenas de insignificantes e obscuras empresas”
Só se for por causa do vazio de utilidade, assim exposto de forma tão despida
Entranhas ou nudez despudorada?
“Então, o que posso fotografar?”
“Você é que sabe!”
“Quer que apague alguma fotografia?” – E mostro-as todas com diligência
“Ah, não sei!”
Mas afinal de contas se não sabes, porque é que chateias? Provavelmente o tédio do zombie corporativo, soltou-se no Domingo e tu precisas de companhia mais humana
Afinal de contas, passear no vazio e no silêncio absoluto de prédios inteiros sem vivalma, pode ser encarado como um ato vil de espionagem corporativa.
Passeando por entre um vazio de gente, o eco dos passos sobrepôs-se à paz do silêncio e tenho quase a certeza de ter tido a companhia dos fantasmas de fato escuro.
No silêncio e na ausência absoluta de seres, somos mais tentados a questionar o porquê de tanto vidro e cimento na era da informação global.
Como diria o pragmático J. para quê correr todos os dias atrás do trânsito, da poluição e do gasto de combustível, para nos fecharmos todo o dia num escritório?
Baah! Lá estão estes nórdicos com modernices!

A única certeza, é que os centros de escritórios ao Domingo, não servem mesmo para nada!