Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

A laranja (nacional) mecânica - Acto único


A laranja rola no solo de cascalho e enverga uma descarada  postura de desafio altivo perante o baloiço que ela (laranja) provavelmente desiquilibrou.
O baloiço balança ao sabor do humor do mundo em forma de laranja.
Não é uma foto em sentido figurado, mas é divertido procurar uma história que encaixe num acaso, num gesto irreflectido de turista acidental.
Ou será o mundo que perdeu o equilíbrio perante a infantilidade escorregadia de um baloiço que não desobedece à lei de gravidade?
Crianças obedientes!
Podíamos sempre evocar as desigualdades do nosso mundo para justificar a incapacidade do baloiço em permanecer em ponto de equilibrio por mais do que um infimo e não detectável momento...e a laranja que ri!
Ou a perda de equilíbrio do mundo?


O close up esclarece:
Visto de perto, o mundo parece apenas uma laranja solitária sem contexto envolvente de relevo, que caíu duma frondosa laranjeira...será vento, vento não é concerteza, nem chuva nem neve...
Talvez seja culpa da gente, uma indecisão entre a sede e o despeito!
Ou outra História qualquer numa varanda à beira rio que a foto não esclarece mas o narrador insiste em enquadrar.